IBM adota Firefox como browser padrão

Algumas coisas as vezes demoram pra acontecer. Mas quando falamos de grandes companhias, é comum uma mudança demorar pra propagar. É o que aconteceu somente agora: IBM adota Firefox como seu browser padrão. Desde antes da época que trabalhei no departamento web aqui no Brasil, os profissionais do departamento já brigavam para emplacar o Firefox dentro da companhia, mas devido à cultura corporativa adotada, o IE ainda reinava.

Lembro até de campanhas internas para lembrar alguns desenvolvedores que o IE deveria estar instalado em suas máquinas para entrar no esquema de testes. Espero que o IE6 não esteja mais na maioria das máquinas, como acontecia também (afinal, ter um IE6 em sua máquina é um risco considerável…).

Como disse a editoria de Tecnologia do IG, a IBM adotou o browser por sua veia OpenSource (uma quebra de rotina dessas só poderia partir mesmo do braço livre da empresa), por ter melhor suporte para extensões (aqui com certeza os desenvolvedores quem bateram o pé) e a meu ver, principalmente por ser mais customizável (e assim, a gigante poder ter um melhor controle das ferramentas utilizadas por seus colaboradores, como recursos). Claro, podemos esperar outros motivos ainda, afinal, empresas desse porte nunca fazem mudanças globais sem antes calcular minuciosamente o quanto poderão economizar/ganhar com uma ação dessas. Talvez vejamos em alguns meses alguma nova ferramenta interna sendo vendida globalmente, baseada na tecnologia do browser.

Mas claro, quem conhece, sabe que os benefícios de adotar um browser mais robusto são muito bem vindos, seja sua empresa pequena ou gigante.

Confira mais no iG – Tecnologia

Quem fez a Internet?

Imagem promo do Nerdcast #195

Você conhece a história dessa rede mundial que você está utilizando agora? Bom, praticamente todos usuários com mais de 16 anos tem uma breve idéias sobre. Mas é bom saber mais sobre essa coisa que você utiliza todos os dias, para não dizer todas as horas.

Então, para facilitar a coisa, posto aqui um excelente PodCast (por natureza) falando sobre a história da Internet. Recomendo ouvir o quanto antes! Transmitido diretamente da Campus Party 2010, com a presença de personagens de grande  referência no assunto. Não se preocupam apenas em explicar o início físico da rede, mas também de explicar como ela chegou até a grande “entidade” que é hoje.

Para ouví-lo, basta seguir esse link.

VEJA meus livros: leitura social

Você já leu livros socialmente? Não? Que tal começar? Há algumas semanas havíamos (Crowds and Clouds) publicado um aplicativo social de livros, mas somente agora ele ganhou uma projeção mais ampla, ao ser anunciado na Revista Veja do último sábado (numa matéria de uma página inteira!). O VEJA Meus Livros, aplicativo social que permite ao usuário cadastrar toda sua biblioteca virtual, classificando os livros nas listas “Já Li”, “Quero ler” e “Favoritos”, além de mostrar o livro que está lendo no momento e poder tecer comentários e resenhas sobre cada um deles. Até aí, coisas de se esperar de um aplicativo de livros.

Como dito num dos links acima, o objetivo não é criar mais redes sociais voltadas para leituras. O diferencial fica pelo aproveitamento que faz do poder social já criado, utilizando-se da rede de amigos que você já tem no Orkut para enviar novidades e conhecer o que sua roda de amigos gosta de ler. Também ajuda a divulgar suas leituras e encontrar mais fãs dos autores preferidos, quando posta suas atualizações e comentários diretamente para o Twitter. E não para por aí. Ele também tira proveito do coletivo, nos seus rankings. É possível acompanhar a lista de livros mais lidos, mais comentados e mais desejados em tempo real, enquanto as pessoas vão alimentando esses dados.

Você fica sabendo dos livros que seus amigos estão querendo e não erra na hora do amigo secreto. Aproveite e mantenha sua lista “Quero Ler” atualizada, para aumentar as chances de ganhar aquele BestSeller que você tanto gostaria. Em breve irei comentar mais sobre o projeto, tecnicamente. Linguagens, servidores, técnicas e ‘cositas’ mais. Enquanto isso, gostaria de ter opiniões dos usuários, sejam elas boas ou ruins. Queremos desenvolver o melhor aplicativo social para o nosso público alvo: os usuários. Os comentários estão aí para vocês! Em breve lançaremos a ferramenta também no Facebook, e quem sabe sua dica já não se concretiza lá, não é mesmo?

Facebook adquire Friend Feed

facebook-friendfeedOlha o titio Zucker aí gente…

A Própria Facebook Inc. anunciou a aquisição da FriendFeed, uma start-up que permite aos usuários compartilhar links e atualizações de status online, a qual poderia vir a se tornar uma concorrente importante.

O Valor da aquisição, de aproximadamente 50 milhões de dólares, feito numa combinação de cash (15 milhões) e o restante em ações.

Via Wall Street Journal

Será que agora vamos ter um FriendFace ou FriendBook?

Jovem detido por roubar domínio

Roubo na InternetDaniel Gonçalves, 25 anos, foi detido no estado americano de Nova Jersey acusado de roubar o domínio “P2P.com” e vendê-lo depois ao jogador de basquete Mark Madsen, do Los Angeles Clippers, por US$ 111 mil, informaram nesta segunda-feira fontes oficiais. A Unidade de Crimes Eletrônicos da Polícia estadual de Nova Jersey informou hoje que deteve Gonçalves no último dia 20 por ter se apropriado do domínio “P2P.com”. Esta foi a primeira detenção nesse estado por um delito como esse.

Gonçalves foi solto depois de pagar uma fiança de US$ 60 mil e agora espera para ser julgado por três delitos que podem levar a penas de até dez anos cada. Leia a matéria completa aqui.

Via HTMLStaff

Fotos do Casamento

Finalmente! Sei que demorei um pouco (quase 4 meses!?!?!) para postar todas as fotos do casamento, mas finalmente, consegui. E caprichei, vejam: > 1000 fotos num único lance!!! Ainda há várias fotos diferentes (na maioria dos casos, curiosas) perdidas nos perfis do Orkut dos familiares e de alguns amigos, e assim que puder, vou colocá-las nesse álbum também. Quem quiser me ajudar, empacotando e enviando por e-mail, agradeço!

Há dois álbuns. O primeiro, Meu Casamento, com 624 fotos, da Cerimônia do Matrimônio e da Festa. e o outro, Lua de Mel, com 439 fotos, de nossa viagem para Natal/RN e em seguida para Fernando de Noronha/PE. Praticamente 100% das fotos estão abertas para qualquer um ver, mas algumas delas são abertas somente para familiares e amigos cadastrados no Flickr. Então, se você quer dar uma de mais curioso que o normal, se cadastre e entre na minha rede de amigos do FLickr para conferir as Top Secrets.

Quanto à festa e a viagem, gostaria de falar muito, mas vou resumir: foi tudo maravilhoso. Porém, as imagens falam melhor do que eu para seus olhos. Vou apenas destacar algumas que considero marcantes, e ficam na continuação do post (seguindo link logo abaixo) todas as fotos. Aproveitem e comentem!

Thomas ansioso antes do casamentoMônica e seu bouquetOlhar fixo dos noivosVisão do corredor, noivos ao altar_MG_8061_MG_7956_MG_8009DSCW0065DSCW0119DSCW0209DSCW0177DSCW0198DSCW0215090422_075138090423_075319090423_141608090423_142130DSC_4118

Continuar lendo

EPIC 2014

Esse vídeo é antigo (Novembro, 2004), porém, quem pega pra ver agora, sem saber disso, fica um pouco assustado. Também, o tom que é dado pelo narrador deixa o filme com cara de “Código da Vinci” da Web. Bom, antes de continuar o pensamento, convido você a assistí-lo:

[youtube]4OZ-ANCEchM[/youtube]

Vemos que, na época, 2004, havia um medo da mudança da dinâmica do conteúdo. Naquela época, notícias vinham dos jornais impressos e da mídia televisiva, e ponto. Agora, em 2009, vemos que isso mudou, e “alguns” dos medos comentados no vídeo estão se tornando realidade. Será que a humanidade ainda tem medo desse futuro previsível? Ou seriam os donos da mídia que querem embutir esse medo e manter seu legado intacto, controlando a mídia como faziam desde meados de 1960 e garantir suas gordas retiradas mensais?

Ainda podemos nos perguntar se não foram as próprias empresas citadas que produziram os vídeos, com o intuito de aumentar ainda mais o buzz que suas marcas geram. Algumas estratégias de marketing são estranhas mesmo, mas o que eles querem mesmo é ver os resultados. Qual a primeira reação de alguém que vê um vídeo desses? Divulgar para seus amigos e correr atrás do próprio Google para buscar sobre Googlezon e as novas ferramentas das empresas. Ou seja, o que eles realmente buscam.

De qualquer forma, é bem interessante ver as várias visões de futuro tentando predizer o que irá acontecer num período próximo. Mas o fato é que as empresas como a Google estão coletando suas informações, catalogando você como um todo, sabem até mais do que sua própria família sabe sobre você. Isso é ruim? Pra alguns não. Mas a maioria fica assustado, pois toda essa informação poderá ser usada “contra você” (Mesmo que você nem perceba…), se a brecha existir.

E você? como se sente com tudo isso? Qual sua visão de mundo para daqui a 5 anos?