Independência ou Morte – O que você faz por isso?

“Remember, remember, the Seventh of September”…

Nem todos vão entender a referência, mas o intuito é lembrar a todos o que vamos comemorar: a Independêndia do Brasil, quando Dom Pedro declarou que o país não estava mais sob o poder da “Matriz”, Portugal, gritando independencia ou morte, nas margens do Rio Ipiranga.

Quero aqui fazer uma ligação entre dois fatos muito distantes na escala temporal, mas muito próximos em seus intuitos. Quero relacionar o dia de nossa Independência como nação com o dia que exercemos nosso “direito” de escolher nossos futuros representantes. É um momento propício para exercer um ato que clama por independência. Está certo, não temos muitas escolhas, mas certamente temos a chance de “escolher o menos pior”, de renovar um pouco o comando da cidade, de dar chance a quem quer realmente lutar pelo povo como um todo, e não por minorias. Porém, alguns ainda estão dependentes (e assim o preferem) de ajuda momentânea e assistencialismo, e vendem seu voto por coisas tão passageiras e banais quanto possa imaginar. Lembram-se desse oportunismo e esquecem que muitos estão no poder há muito tempo, mas em suas campanhas “se vendem” como se fossem novidade para a cidade. Cada um pode fazer um pouco por todos, porque nada foi feito até agora? E você, vai fazer algo por sua cidade por 4 anos ou vai fazer algo por você que não vai durar um final de semana?

Você, cidadão, tem o poder para retirar do poder aqueles que só se aproveitam dele traindo o povo. Não é necessário uma conspiração ou um atentado, mas seu voto pode ser tão forte quanto um barril de pólvora contra os aproveitadores que mamam nas tetas do governo, sustentados pelo suor e a vitalidade do povo. Mesmo que não tenhamos opções para renovar tudos de uma única vez, precisamos fazer o nosso melhor.

Que daqui um mês, todos possam dar um grito por Independência, exercendo bem seu direito e votando em pessoas sérias e que trabalham pela cidade, que não a vejam apenas como uma fonte de recursos para bens pessoais. Que possamos dar um passo rumo à um futuro melhor, melhor administrado e mais justo para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>